Zuk

Desafio

Marca tradicional no mercado de leilões, Zukerman construiu relevância no setor de venda de imóveis. Sempre focada na experiência do cliente, alcançou um número de vendas superior a 170 imóveis por mês. Consciente de suas forças, veio expandir sua atuação para além dos leilões e se tornar o maior portal de transação imobiliária do país.

Mas em um mercado com tantos players e desafios, Zukerman precisava entender quais dores veio para resolver. E aí, desenhar uma estratégia que facilitasse a aproximação com consumidor final e uma marca que transmitisse seu novo posicionamento.

Estratégia

A investigação do diagnóstico passou por entrevistas de profundidade com executivos da empresa, clientes B2B, consumidores finais   e análises de mercado e de concorrência. No decorrer do processo, examinando os aprendizados, identificamos uma força poderosa: com histórico no leilão, Zukerman tinha em seu DNA, o espetáculo.

A partir daí, unimos esse talento para resolver uma das maiores dores do mercado: a burocracia das transações imobiliárias.

Seu talento para criar experiências memoráveis é logo percebido quando conduz as pessoas ao longo de suas jornadas, sejam elas digitais ou presenciais. E como um mago dos encontros, cria a combinação ideal entre pessoas e imóveis.  Sempre usando inteligência de dados para criar momentos fantásticos,  traz mais entusiasmo para jornada.

Em seu posicionamento, traduz sua capacidade de unir a eficiência digital com calor humano e lembra que com ela o fantástico bate a porta.

Mais do que diminuir as chatices, uma Marca impressionante, otimista, arrojada e experiente veio fazer do chato algo fantástico. E é assim que Zukerman se transforma em Zuk.

Naming

O desafio do projeto era mergulhar na nova proposta de valor prevalecendo a memória da trajetória da marca. A intenção era criar nomes que avançassem no território de encantamento com uma construção mais flexível e fresca.

Amigável, curto e mágico, “Zuk” equilibra estrategicamente a essência de Zukerman ao manter a sua solidez, sendo capaz de acompanhar a modernização do negócio com uma construção mais próxima do universo digital. 

Criativamente, vai além: “Zuk” soa como um apelido e uma onomatopeia, um “feitiço” lançado que torna o chato algo fantástico. Dessa forma, tem o potencial de ser mais duradouro e adaptável às transformações futuras da marca.

Criação

A nova marca e expressão de Zuk permitem uma modularidade e diversidade de aplicações trazendo elasticidade para a linguagem em diversos pontos de contato. O logotipo assume diferentes combinações, se adaptando aos diferentes espaços de forma sólida e harmoniosa. 

O logotipo é arrojado e marcante. Reflete o novo momento de Zuk com performance e atenção para o mundo digital. Sua construção traz diagonais expressivas que lembram portas se abrindo e destacam a marca na linguagem visual. 

 A ilustração e fotografia apresentam Zuk como uma Marca real e inspiradora. Com foco nas pessoas e seus momentos transmitindo aconchego e confiança. A nova paleta de cores é vibrante e convidativa, refletindo a personalidade otimista da Marca  e convive com uma tipografia que apresenta a experiência do negócio de forma próxima e inspiradora. A tipografia de apoio é simples e digital, trazendo clareza e auxiliando a simplificar a linguagem do universo dos imóveis. 

UNIVERSO VERBAL

 Para traduzir em atitude de fala o propósito de “Fazer do chato algo fantástico”, criamos tons de voz que desmistifiquem e aprofundem o universo do leilão e realcem também a camada de encantamento deste segmento.

 Zuk se torna uma marca que fala em “Fantastiquês”, com vocabulário inspirador e que remete ao espetáculo de forma proprietária; “Sentimento que Fala” que traz a emoção certa para o discurso e o “Siga A Minha Voz”, que transmite confiança para conduzir as pessoas pelo processo do leilão até a entrada no imóvel.  Esses recursos são possíveis graças à sintonia com o arquétipo do mago, que permite destravar conhecimentos de maneira transformadora. 

Em títulos como “Se o leilão é um espetáculo, imagina a vista do seu novo escritório.”; “Zuk! A desconfiança desapareceu.” e “Pra se maravilhar do leilão ao open house.”, equilibramos textos que combinam cenários, etapas do leilão e expressões fantásticas, inclusive tornando o nome “Zuk” uma onomatopeia, tal qual um feitiço capaz de descomplicar e surpreender nossos consumidores do início ao fim de suas jornadas.

Ficha Técnica

Time Ana Couto

Liderança Estratégica
Erika Pinheiro – Sócia Diretora de Estratégia e Conteúdo
Lais Cobra – Sócia Diretora de Estratégia
Time Estratégia
Louise Cruz – Estrategista
Gabriel Carneiro – Estrategista
Time Atendimento e Relacionamento Estratégico
Ana Paula Rondinelli – Atendimento
Liderança criativa
Rafael Torres – Sócio Diretor de Design
Time Design
Davi Friese – Designer Gráfico e Motion Designer
Kauan Miranda – Designer Gráfico
Time UX
João Castanho – UX
Time Conteúdo
Adilson Junior – Redator
Lucas Figueira – Redator
Time Produção
Alessandra Dias – Designer Arte Finalista
Time Growth
Júlia Sobral – Diretora

Ilustrações
Direção de arte
Dominique Kronemberger
Ilustração
Diogo Saraiva

Time Cliente

Comitê Aprovador Cliente
André Zukerman – CEO
Rafaela Yamashita – Diretora de Marketing
Andre Zalcman – Analista Conteúdo Sênior
Gustavo Schlindwein – Coordenador
Natalia Ventura – Analista de Marketing Pleno
Jean Moreno – Gerente de Tecnologia
André Zalcman – Gerente Jurídico

Veja mais cases

Cases
Cases